Sulpetro - Home

Notícias

Gestão de postos é tema de capacitação no Sulpetro
17-09-2014

Empresários e profissionais do setor da revenda de combustíveis do Rio Grande do Sul participaram, na noite de 16 de setembro, de curso sobre gestão de postos de serviços. O encontro ocorreu na sede do Sulpetro – entidade promotora da capacitação –, em Porto Alegre.

O vice-presidente do Sulpetro Marcelo Gonçalves Louzada comentou que o curso faz parte do plano de capacitação do Sindicato, que foi desenvolvido com base em pesquisa junto aos revendedores e responde aos anseios da categoria. De acordo com ele, o trabalho desenvolvido busca qualificar e desenvolver ainda mais os negócios do setor.

Louzada também destacou que durante o 17° Congresso Nacional e Latino-Americano de Revendedores de Combustíveis, que acontece de 25 a 28 de setembro, no Serrano Resort Convenções & SPA, em Gramado, serão abertas as inscrições para a terceira turma do MBA em Gestão de Varejo de Combustíveis, realizado em parceria com a Unisinos.

Os consultores da Cardinalis – especializada em varejo e com atuação no segmento de combustíveis e conveniências –, Frederico Amorim e Vladimir dos Passos, falaram sobre a geração de mais resultados para o varejo, a perda de lucratividade ao longo dos anos e a busca por explorar ao máximo os potenciais dos negócios. “Antigamente, o aspecto da concorrência era mais fácil de ser identificado, com o preço tabelado”, disse Passos. 

Para ele, as revendas têm características de formatação de pequenas redes e isso é uma forma de se manter no mercado com mais força. Amorim comentou sobre a necessidade de aproveitar as tendências. “A oportunidade de vendas está aí, não aproveitamos nem 1%”, disse. 

Os consultores relembraram que todos somos consumidores de combustíveis, pois há esta necessidade, mas não é isso que torna o posto um vendedor. “É preciso prestar atenção aos serviços agregados, o ponto de venda é, na maior parte das vezes, subutilizado”, afirmou Amorim, ao exemplificar sobre os itens de pista que devem ser comercializados. “Temos que formar nosso cliente, transformar os hábitos das pessoas”, declarou ao destacar que antes tínhamos postos de combustíveis e hoje são postos de serviços. O especialista alertou que a estratégia voltada somente para o preço derruba o mercado e o próprio negócio.




Compartilhar